Hoje é 20 de Julho de 2018
 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Campanha de Vacinação do Sesi contra H1N1 tem início em Mato Grosso
Em: 04/04/2017 às 09:33h por Assessoria de Comunicação - Sistema Fiemt

Foto

Nesta terça-feira (04/04), tem início a Campanha de Vacinação contra a gripe H1N1, realizada pelo Serviço Social da Indústria (Sesi-MT), em todo o Estado. Seis unidades da instituição, localizadas em Cuiabá, Cáceres, Rondonópolis, Sinop e Juína, irão vacinar trabalhadores da indústria e dependentes. A vacina é quadrivalente e protege contra os quatro principais subtipos da doença em circulação que, em sua forma grave, pode levar à morte. 

Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a vacina quadrivalente é eficaz contra os vírus A (H1N1); A (H3N2) e 2 vírus Influenza B (subtipos Brisbane e Phuket), mas leva até três semanas para atuar. Por isso, até mesmo após a vacinação, é importante tomar outras medidas para evitar a transmissão do vírus Influenza, como evitar aglomerações, lavar as mãos frequentemente e utilizar o álcool em gel após cada lavagem.

Devido a mutação dos vírus, é necessário que a vacinação contra influenza seja anual, explica a enfermeira do Sesi-MT, Gabriela D'ávila Laurito. “No serviço público, apenas os grupos prioritários recebem a vacina, ou seja, a maioria dos trabalhadores ativos não é contemplada. Por isso, a Campanha de Vacina do Sesi tem como foco os industriários e dependentes a partir de quatro anos, que receberão a monodose”, explica.

A aplicação da vacina poderá ser feita nas dependências das indústrias que tiverem mais de 20 colaboradores. Abaixo disso, os colaboradores serão vacinados nas unidades do Sesi. “O trabalhador que se vacinar e tomar as medidas de prevenção estará cuidando da própria saúde, a da família e dos colegas de trabalho, já que pode evitar a transmissão”, ressalta D’avila. 

A vacina é contraindicada para pessoas que tiveram reação alérgica grave com uma dose anterior, que têm alergia grave ao ovo ou alimentos que contenham ovo e quem esteja com a imunidade baixa comprovadamente. Pessoas com febre ou alguma virose devem adiar a aplicação. 

H1N1 

O Ministério da Saúde alerta que a influenza é uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. Frequentemente é caracterizada por início abrupto dos sintomas, que são predominantemente sistêmicos, incluindo febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, mialgia e anorexia, assim como sintomas respiratórios com tosse seca, dor de garganta e coriza. 

A infecção geralmente dura uma semana e com os sintomas sistêmicos persistindo por alguns dias, sendo a febre o mais importante. A Influenza pode ser transmitida de forma direta, por meio das secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao espirrar, ao tossir ou ao falar, ou por meio indireto pelas mãos, que após contato com superfícies recentemente contaminadas por secreções respiratórias de um indivíduo infectado, podem carregar o vírus diretamente para a boca, nariz e olhos. A transmissão direta do vírus influenza de aves e suínos para o homem também pode ocorrer. 

Para mais informações, acesse www.sesimt.com.br/vacinacao ou ligue para a unidade do Sesi mais próxima: Cuiabá: (65) 3611-1593/1685, Juína: (66) 3566-2273, Cáceres: (65) 3222-1216/3702, Rondonópolis: (66) 3302-0000/0001 e Sinop: (66) 3531-3611/4849.

Imprimir   Enviar por e-mail  

Recomendar no Facebook

 

Sistema FIEMT / SESI-MT - Serviço Social da Indústria
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555