Hoje é 12 de Dezembro de 2017
 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Exposição no Museu Histórico de MT conta histórias de superação de alunos da EJA
Em: 20/02/2015 às 13:42h por Assessoria de Comunicação - Sistema Fiemt

Foto

Abandono e violência familiar, dificuldades financeiras, gravidez não planejada e problemas de acesso à escola. Diversos são os motivos que impedem crianças e jovens de terminarem os estudos. Na vida adulta a possibilidade de retomada é ainda menor, para a maioria. Contra esta corrente está mais de quatro mil trabalhadores da indústria que, entre 2012 e 2014, decidiram mudar suas vidas, por meio da Educação de Jovens e Adultos (EJA), promovida pelo Serviço Social da Indústria (Sesi-MT). A história destes alunos será contada na exposição ‘Memórias da Educação de Jovens e Adultos do Sesi: Discursos em Múltiplas Linguagens’, com abertura marcada para esta quarta-feira (25/02), às 20h, no Museu Histórico de Mato Grosso, que contempla ainda o lançamento do livro de Memórias da EJA, um vídeodocumentário e mostra de fotos.

 

Entre os protagonistas do livro está o auxiliar de pedreiro Fábio da Conceição, 50 anos, que trabalha há cinco anos no segmento de construção civil. Ele deixou de estudar aos 10 anos, quando cursava a 5ª série, para fugir das surras que recebia da sua mãe adotiva. “Só lembro de ter visto minha mãe uma vez, quando eu tinha sete anos, e meu pai nunca conheci. Eu e meus seis irmãos fomos muito maltratados pela mulher que nos criou, por isso fugi. Na minha adolescência passei por São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e até pela Bolívia. Fui criado no mundo, convivi com pessoas de todos os tipos. Só voltei para casa pois minha mãe tinha sofrido um derrame e a responsabilidade me chamava. Eu era o único filho homem”, conta.

Neste período Fábio começou a trabalhar e estudar, mas, devido ao cansaço, optou somente pelo trabalho. Depois de 35 anos, casado e com quatro filhos, ele voltou à sala de aula, instalada na indústria onde trabalha, para concluir o Ensino Fundamental. Hoje ele cursa o Ensino Médio, também pela EJA. “A empresa em que trabalho e o Sesi me proporcionaram vencer este desafio e hoje quero crescer mais. Quando terminar o Ensino Médio pretendo fazer o curso de técnico em qualidade, pois sei que tudo hoje depende do estudo”, ressalta.

A indústria que emprega Fábio incentiva e motiva seus colaboradores a estudar ao levar a sala de aula até os canteiros de obras, conta Elaine Soares gestora de pessoas do grupo que atua no segmento da construção civil. “O Programa de Educação do Trabalhador ajuda no crescimento profissional do funcionário, promove a dignidade social através do esforço do próprio aluno, seja na continuidade dos estudos ou até mesmo na alfabetização. Em 2014, além do Fábio, formamos outros nove colaboradores no Ensino Fundamental”, diz ela.

O presidente do Sistema Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Sistema Fiemt), Jandir Milan, destaca que o principal objetivo do Sesi-MT é contribuir para a elevação da  escolaridade do trabalhador, que reflete na sua qualidade de vida e também no desenvolvimento da indústria em Mato Grosso. “Mais de 200 indústrias das cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Rondonópolis e Sinop, foram beneficiadas com a formação de seus trabalhadores. O investimento nesta área reduz as desigualdades sociais e mostra como a educação pode ser instrumento de mudança social. O livro é um retrato desses homens e mulheres que lutam para ter uma vida melhor, por meio do estudo”, destaca o presidente.

A exposição ‘Memórias da Educação de Jovens e Adultos do Sesi: Discursos em Múltiplas Linguagens’ poderá ser visitada pelo público a partir do dia 26 de fevereiro e segue até 30 de março, em horários diferenciados. De terça a quinta, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Na sexta, das 8h às 12h e das 14h às 22h. No sábado, das 8h às 17h e, no domingo, das 8h às 12h. A entrada é gratuita.

Educação de Jovens e Adultos

A EJA é destinada para pessoas, a partir de 15 anos, que precisaram interromper os estudos, seja durante a alfabetização ou no Ensino Médio. Para este público, que precisa conciliar o horário de estudo com o turno de trabalho, o Sesi-MT oferece horários flexíveis e leva as salas de aulas até a empresa, diminuindo assim a evasão escolar. Os professores recebem formação específica para lidar de forma adequada com seus alunos, sempre utilizando de conteúdos apropriados à faixa etária e respeitando as experiências de vida de cada um. 

Para atender às exigências do mercado atual, bem como as características próprias de jovens e adultos trabalhadores, a Educação de Jovens e Adultos adota uma metodologia customizada nos formatos ensino presencial, semipresencial e à distância.

Baixe o Livro

Serviço 

Abertura da exposição ‘Memórias da Educação de Jovens e Adultos do Sesi: Discursos em Múltiplas Linguagens’ 

Local: Museu Histórico de Mato Grosso – Praça da República

Data: 25/02/2015

Horário: 20h

 

Imprimir   Enviar por e-mail  

Recomendar no Facebook

 

Sistema FIEMT / SESI-MT - Serviço Social da Indústria
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555